Lenço Desperta por Tatianny Leão

Conhecemos a Tati Leão em um dos nossos primeiros eventos, à 6 anos atrás, ela toda autêntica e colorida vendendo a sua arte dentro de uma kombi. Foi amor à primeira vista!

Em 2017, ela marcou um ciclo para nós, pintou a fachada da nossa lojinha assim que tinha acabo de descobrir a chegada de Bento. Sempre trocamos nesse tempo, e agora com a Isis no forninhos, chegada da primavera e começo de um novo ciclo acreditamos que a sua cor e magia traduziria melhor esse momento.

Então nasce o Lenço Desperta com a obra da Tati Leão.

Seja bem vinda Tatianny Leão Coimbra

1. Quem é Tati Leão?

Meu nome é Tatianny Leão, mistura de taurina com geminiana, artista e astróloga por opção. Sou habitada por pássaros, por pessoas, pelos mistérios da vida e pelo amor à natureza. Disso tudo resulta o que sou e o que não sou.

Sou, sobretudo, uma alma vivendo uma experiência humana...

2.Como é o seu processo criativo?

Meu processo criativo é a partir da observação da natureza e também pelas minhas próprias inquietações existenciais. Eu traduzo nas minhas telas e paredes aquilo que necessito e que ao mesmo tempo vive em mim... é um reflexo... os gatilhos para iniciar os desenhos e primeiros esboços podem vir através de algo que eu vi na natureza, algo que li em algum texto, alguém que provocou uma emoção... Quando é um encomenda, pergunto sempre o que a pessoa deseja ver no seu ambiente, o que ela gosta, quais as emoções envolvidas nesse projeto...

3.Qual potência sua se revela na sua arte?

A potência da alegria e do despertar

4. Como foi o seu processo em se descobrir artista e firmeza nesse caminho?

Sempre fui artista (acredito que todos somos) e com certeza, serei ainda muito mais coisas (!!!).

A vontade de fazer algo que fizesse sentido, que fizesse minha alma ficar em paz foi provocada por várias insatisfações de trabalho, medos, tristezas, por vários grupos que não me adequava... o processo foi difícil porque não assumia minha real vontade de simplesmente ser mais leve nas minhas escolhas profissionais e de vida...Não entendia, aos 21 anos que eu estava indo contra meu próprio fluxo natural... Sempre foi natural o desenho, as cores, a criatividade em toda minha infância e adolescência, e em algum ponto eu neguei aquilo e julguei como simples ou sem valor pelos olhos dos outros...

Permanecer e persistir no caminho do meu coração, da minha alma foi desafiador e me traz hoje muita gratidão por tudo que passei... Assumir que queria estudar e trabalhar com arte foi só depois dos 28 anos, precisei passar pelos “nãos” para retornar ao meu “sim” (meu despertar) que sempre esteve lá, aguardando minha decisão corajosa... Essa foi a parte mais difícil e mais linda, depois dela a vida se encarregou de me apresentar pessoas, lugares e me testou (lembrou) inúmeras vezes essa minha escolha. A resposta interna era sempre a mesma: eu amo o que eu faço...seguirei em frente e respeitarei meu fluxo de também deixar partir as coisas que não me completam mais... depois de dez anos pintando, a astrologia veio me transbordar de emoção, trazendo novos significados na minha vida, nova forma de ver a minha criatividade, me trouxe renovação, conexão espiritual e um encantamento genuíno e de me ver a mais pura Natureza em sua infinita potência! Posso ser o que minha alma quiser Ser... sou uma alma livre vivendo uma experiência humana...

5. A primavera mexe com você? Qual são seus sentimentos nessa estação e Como é sua relação com a natureza cíclica?

A natureza é a grande mestra. Ela ensina tudo que precisamos pra nos reconectar... ela está no nosso dia a dia, no nosso corpo, na nossa alma... nunca nos abandona porque somos ela também. Meu ser pequeno, limitado, egoico e imaturo gostaria que fosse primavera o tempo todo, claro, uma estação cheia de cores, de vida... mas as estações, e aqui entra astrologia, nos mostra que todos os momentos são de igual valor, e aprender com os ciclos da natureza na sua sutileza, no seu tempo sagrado de semear, cultivar (esperar) e colher, na sabedoria do seu silêncio é uma aula de vida. Sempre tive, desde pequena, um refúgio numa chácara perto da cidade...meu contato com plantas e animais foi desde sempre nos finais de semana, hoje na pandemia escolhi mudar pra chácara e nunca tive tanto aprendizado com a natureza, principalmente com as plantas e com a lua... estou percebendo cada estação e sinceramente nunca tive tão feliz... meus processos internos de introspecção, hibernação, reflexão, acompanharam perfeitamente os períodos de outono e inverno...a primavera dessa vez, muuuuuito aguardada , será uma primavera única, como se fosse a primeira vez!! Primavera pra mim é renovação, harmonia, alegria, é criação, prosperidade, é desejo de ver os outros trazendo à tona toda sua potência criativa, é luz, é despertar pra uma nova consciência, é conseguir ver o que por muito tempo só senti...é como levantar bem disposta e renovada depois de um sono profundo e necessário, como as plantas que acordam e crescem numa energia vital impressionante!!

LEIA TAMBÉM:

Agende o seu horário para visitar nosso atelie! :)

Acompanhe a gente:

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

O Badulaque | 24.507.267/0001-38

Goiânia - GO

Contato@obadulaque.com.br